Notícias Viva Mais

Farmácia Magistral PUBLICADO EM 22/08/2016

Medicamentos manipulados: As vantagens dos tratamentos individualizados

Farmácias de manipulação já representam boa parcela do mercado de remédios

Participação da farmacêutica e diretora da Singular Pharma, Edza Brasil 

Medicamentos manipulados: As vantagens dos tratamentos individualizados

Hoje, as farmácias de manipulação já representam uma boa parcela do mercado de remédios. O trabalho dos profissionais de uma farmácia de manipulação é minucioso e a habilidade conta nessa hora. Baseados em conhecimentos científicos, os medicamentos são individualizados, conforme orientação médica. São manipulações de fórmulas desenvolvidas sob medida para as necessidades de cada um, a fim de melhorar a adesão terapêutica e os resultados obtidos, dentro das necessidades de peso, altura, sexo, se é criança ou se é adulto, além de analisar a forma farmacêutica que trará melhor adesão ao tratamento

A forma farmacêutica é como o medicamento se apresenta para uso. Ele pode ser na forma de comprimido, cápsula, xarope, pomada, creme, supositório, óvulos, creme de alta permeação, etc. Existe uma infinidade enorme de formas farmacêuticas diferenciadas que a farmácia de manipulação disponibiliza para os seus clientes. Os medicamentos manipulados são produzidos dentro de laboratórios inspecionados pela Vigilância Sanitária, seguindo resolução da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) – agência reguladora que também regula a indústria farmacêutica e a produção de medicamentos. No laboratório, as matérias primas adquiridas são inspecionadas quando são recebidas do importador onde são observadas as características organolépticas, os testes de PH e se essa substância é exatamente aquela que foi comprada, antes de manipular qualquer formulação, para garantir que a substância é aquela que o médico prescreveu.

O medicamento manipulado é seguro e feito dentro da dose que cada um precisa, com menos conservantes e na quantidade adequada à sua necessidade. Existe uma regulamentação da Anvisa muito rígida. As farmácias, de um modo geral, se capacitaram muito e, hoje, vários médicos e farmacêuticos fizeram trabalhos científicos para assegurar a qualidade do medicamento manipulado, sem contar das formas farmacêuticas diferenciadas disponíveis para uma melhor adesão ao tratamento.  

A farmacêutica e diretora da Singular Pharma, Edza Brasil, revela que “o sucesso do diagnóstico do médico está ligado diretamente a adesão do cliente ao tratamento e, para ele ter a adesão, tem que gostar da forma farmacêutica. Muitas crianças, por exemplo, não querem tomar medicamento ‘tal’ porque amarga, porque tem um gosto ruim; o idoso que tem dificuldade de deglutição… Hoje a farmácia de manipulação disponibiliza formas farmacêuticas diferenciadas para melhor adesão. Uma outra vantagem são as associações em uma mesma forma farmacêutica – disponibilizar para o paciente um sachê, ou cápsula ou creme transdérmico com mais de um medicamento, ao invés de tomar vários comprimidos em horários diferentes”.

Vantagens de se tratar com uma medicação manipulada:

– É um medicamento feito para cada pessoa, respeitando as necessidades de cada um e, sendo específico, tem melhor adesão e a garantia que o tratamento será eficaz;
– Existem formas farmacêuticas diferenciadas que evitam agressão ao organismo. Os cremes de alta permeação, por exemplo, passam pela pele e evitam a primeira passagem pelo fígado. É um medicamento que não prejudica tanto quanto o de uso oral;
– Através da medicação manipulada pode-se ter formas farmacêuticas diferenciadas, as quais a indústria não disponibiliza, pois geralmente determina uma ou duas formas farmacêuticas, no máximo. Economicamente, para a indústria, não é vantagem produzir o ativo em várias formas farmacêuticas diferenciadas;
– As associações em uma mesma forma farmacêutica, a exemplo de disponibilizar para o paciente um sachê com três medicamentos em um, ao invés de tomar três cápsulas em horários diferentes.

Compartilhe essa notícia: