Notícias Viva Mais

Endoscopia Digestiva PUBLICADO EM 08/09/2016

Endoscopia: procedimento temido por muitos é simples e indolor

Apesar de parecer desconfortável, exame é feito com paciente relaxado e dormindo

Participação do médico Ramiro Mascarenhas, especialista em endoscopia digestiva

Endoscopia: procedimento temido por muitos é simples e indolor

Exame indicado para avaliar os órgãos do sistema digestivo, a endoscopia digestiva alta é realizada através de um tubo, que contém uma micro câmera em sua ponta, inserido pela boca, a fim de capturar imagens no trajeto que percorre o esôfago, o estômago e o duodeno. Apesar de parecer desconfortável, o exame é simples, rápido e feito com o paciente sedado, portanto, relaxado e dormindo.

Saiba mais:
Endoscopia Digestiva Alta: possíveis e raras complicações após o exame.

O exame tem uma gama de indicações, na prática ele é mais utilizado naqueles pacientes que têm dificuldades de digestão. A endoscopia digestiva alta é utilizada para fazer o diagnóstico e, por vezes, o tratamento de algumas doenças, a exemplo de varizes de esôfago, úlcera, tumor de estômago ou lesão na papila de Vater (local de onde sai a bile), etc. Esse procedimento dura em torno de 10 a 20 minutos, no máximo 30 minutos, se for realizada alguma atitude terapêutica.

Quase 100% das vezes o paciente dorme durante o exame e acorda com a sensação de bem-estar. É muito difícil ocorrem complicações ou p paciente sentir desconforto após a endoscopia, porém, o mesmo deve procurar saber se o médico que irá fazer o seu exame é um especialista e o procedimento deve ser feito em um local adequado. O médico Ramiro Mascarenhas, especialista em endoscopia digestiva, afirma que é muito importante ”procurar saber se essa clínica tem todos os recursos, se tem desfibrilador, se tem material para ressuscitação e, principalmente, se essa clínica tem um anestesista de plantão, que vai permitir uma maior segurança ao procedimento”.

Compartilhe essa notícia: