Notícias Viva Mais

Cardiologia PUBLICADO EM 13/06/2017

Hipertensão: Saiba a importância de controlar a pressão arterial

Participação do Dr. Leonardo Lopes, médico especialista em cardiologia

Hipertensão: Saiba a importância de controlar a pressão arterial

Também conhecida como pressão alta, a hipertensão é uma doença crônica, mas, silenciosa. A única maneira de saber se a pessoa apresenta o problema é medindo sua pressão regularmente. Porém, na maioria das vezes, a doença só é descoberta quando as complicações já estão instaladas, ou seja, quando provocam lesões em órgãos vitais, como o coração, os rins e o cérebro. Um dos fatores que contribuem para o aumento dos casos de hipertensão é o estilo de vida moderno, que envolve maus hábitos alimentares, sedentarismo, obesidade e estresse.  

“O sangue, bombeado pelo coração para irrigar os órgãos, exerce uma força muito grande contra as paredes das artérias. Essa força, quando está aumentada, é a hipertensão arterial, condição clínica que está ligada a vários fatores, como a idade, o sobrepeso, a obesidade, a alta ingestão de sal e de álcool.” (Dr. Leonardo Lopes, médico especialista em cardiologia)

A pressão arterial é a pressão que o sangue exerce na parede das artérias. Ela é medida em milímetros de mercúrio (mmHg). A pressão considerada normal é 120/80 mmHg, a chamada “12 por 8”, e deve ser medida regularmente porque, muitas vezes, pode estar elevada e não apresentar sintomas, o chamado inimigo silencioso. Uma hipertensão contínua pode trazer consequências graves, a médio e longo prazo, como alterações renais, anatômicas, metabólicas e, até mesmo, hormonais. O recomendado é fazer um acompanhamento regular e tentar controlar os fatores de risco da hipertensão, pois, em alguns casos, é descoberta quando já causou algumas lesões. 

É importante destacar que o diagnóstico da hipertensão deve ser feito pela medida da pressão arterial num consultório, por exemplo. “Deve-se medir, pelo menos, a cada um ou dois anos, a depender do tipo do paciente. A medida deve ser feita em um ambiente calmo, em paciente com a bexiga vazia, sem ter ingerido café ou fumado nos últimos 30 minutos”, acrescenta Dr. Leonardo Lopes. Outra maneira seria através da M.A.P.A. (Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial) de 24 horas e que o médico vai ter uma noção maior dos níveis de pressão arterial do paciente.

O tratamento da hipertensão envolve vários aspectos, desde a mudança do estilo de vida, de uma alimentação saudável, exercícios físicos regulares a medicamentos que vão tentar controlar estes níveis da pressão. É importante frisar, que essa é uma doença crônica e necessita, realmente, de um acompanhamento, do tratamento e do uso do medicamento de maneira contínua para deixar a pressão bem controlada. 

 

Compartilhe essa notícia: