Notícias Viva Mais

Ginecologia e Obstetrícia PUBLICADO EM 06/04/2020

“Fertilidade In Cena” é adiado devido à pandemia do Covid-19

Projeto da Cenafert pretende ajudar mulheres com dificuldade de engravidar ou que desejam planejar a maternidade

Com participação do Dr. Joaquim Roberto Lopes, especialista em Reprodução Humana

“Fertilidade In Cena” é adiado devido à pandemia do Covid-19

Diante da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), em função das recomendações da Organização Mundial da Saúde e da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, o evento Fertilidade In Cena, que seria realizado pela Cenafert no Shopping Barra nos dias 18 a 20 de março, precisou ser adiado. Assim que for possível, uma nova data será anunciada. “O projeto tem como objetivo responder a dúvidas comuns das mulheres relacionadas à fertilidade, tais como: até quando a mulher pode adiar a maternidade? Quando optar pelo congelamento de óvulos? Qual a importância dos hábitos de vida para a fertilidade?, além de apresentar as novas configurações familiares e o papel da Reprodução Assistida nesse contexto”, destacou o especialista em Reprodução Humana, Dr. Joaquim Roberto Costa Lopes.

Fatores como o tabagismo, obesidade, consumo de álcool e de drogas e o uso de alguns medicamentos podem afetar a saúde reprodutiva. Manter-se no peso adequado, dormir bem, não fumar, praticar atividade física regularmente, ter uma vida sexual saudável com relações sexuais regulares, evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas e praticar o sexo seguro são algumas recomendações para manter a saúde reprodutiva e aumentar as chances de uma gravidez espontânea. Outras dicas preciosas serão compartilhadas no evento, que será remarcado em ocasião oportuna.

Segundo o Dr. Joaquim Lopes, a proposta do “Fertilidade In Cena” é levar informação às mulheres que sonham em ser mães e não conseguem ter filhos espontaneamente ou desejam planejar a maternidade. O Cenafert é uma clínica referência em reprodução assistida, que atua há 18 anos em Salvador, no bairro de Ondina, e tem como missão “garantir uma atenção integral ao casal que sonha em ter um filho”, resumiu o diretor médico do Centro de Medicina Reprodutiva.

Compartilhe essa notícia: