Nossos Vídeos

Coloproctologia e Colonoscopia

Vídeo Completo – Série Hemorroida

Por Dra. Elaine Almeida

3270-460... Ver mais >

Viva Mais Viva Melhor – O que é hemorroida?
Dra. Elaine Almeida – Tomo mundo tem hemorroidas. Mamilos hemorroidários são estruturas normais dos seres humanos. São coxins da camada submucosa que contém arteríolas e vênulas que irrigam o canal anal. Já a doença hemorroidária ela aparece quando estes mamilos crescem, prolapsam e produzem sintomas.

Viva Mais Viva Melhor – Quais são os fatores de risco para a hemorroida?
Dra. Elaine Almeida – Os principais fatores de risco são constipação intestinal, o famoso intestino preso, fezes endurecidas e esforço evacuatório durante a defecação. A diarreia também é um fator de risco. Outros fatores são gravidez, obesidade e história familiar de doença hemorroidária.

Viva Mais Viva Melhor – Quais são os sintomas de quem tem hemorroida?
Dra. Elaine Almeida – A queixa mais comum é o sangramento. Normalmente ele é vermelho vivo, ocorrendo durante ou depois da evacuação. Pode vir junto as vezes, no papel higiênico ou em gotejamento no vaso sanitário. A dor em geral não está presente, exceto nos casos de trombose. O prolapso também é um sintoma comum. O paciente sente um incômodo como se algo estivesse saindo pelo ânus. Outros sintomas são a ardência, coceira e a eliminação de muco.

Viva Mais Viva Melhor – Como é feito o diagnóstico da hemorroida?
Dra. Elaine Almeida – O diagnóstico da doença hemorroidária se faz no consultório médico do coloproctologista através do exame físico, do toque retal, anuscopia interna e retossigmoidoscopia. Em casos selecionados deverá ser solicitada a colonoscopia para excluir outras causas de sangramento.

Viva Mais Viva Melhor – Como é feito o tratamento da hemorroida?
Dra. Elaine Almeida – O tratamento divide-se entre clínico e cirúrgico. O tratamento clínico consiste basicamente em medidas dietéticas, pomadas, alguns medicamentos e banho de assento com água morna. Se o tratamento clínico não for suficiente para controlar os sintomas da doença hemorroidária poderão ser realizados procedimentos minimamente invasivos. A ligadura elástica é a opção principal e pode ser realizada num consultório médico.

Viva Mais Viva Melhor – Como é o tratamento cirúrgico para a hemorroida?
Dra. Elaine Almeida – O tratamento cirúrgico está indicado na falha do tratamento clínico e em doença hemorroidária grau III e IV. Existe a cirurgia convencional que remove o mamilo hemorroidário e outras técnicas têm surgido com a intensão de diminuir a dor pós-operatória. Temos a técnica de longo, que é realizada com um grampeador circular e uma nova opção de tratamento que está sendo muito utilizada hoje em dia que é a desarterialização hemorroidária transanal guiada por Doppler, conhecida por THD.

Viva Mais Viva Melhor – Quais as recomendações para a prevenção da hemorroida?
Dra. Elaine Almeida – O mais importante na prevenção é manter uma alimentação rica em fibras e ingerir bastante líquidos, realizar exercícios físicos regulares, evitar carregar peso excessivo, atender sempre a vontade evacuatória, evitar ficar muito tempo sentado no vaso sanitário, não utilizar papel higiênico e evitar ficar longos períodos sentados.

Viva Mais Viva Melhor – As hemorroidas podem se transformar em câncer?
Dra. Elaine Almeida – Hemorroidas não viram câncer. Como alguns dos sintomas são parecidos com as neoplasias colorretais, é de fundamental importância procurar o médico coloproctologista para realização do diagnóstico diferencial, principalmente nos pacientes maiores que 50 anos.