Ultrassonografia transvaginal NÃO é suficiente para diagnosticar o câncer de endométrio.

Viva Mais Viva Melhor - Trecho da entrevista com: Dr. Adson Neves

Publicado: 14 de março de 2018 - Atualizado: 4 de junho de 2019

O ultrassom, principalmente o transvaginal, é um excelente método de triagem. Habitualmente, pacientes com câncer de endométrio têm, na história clínica, o sangramento vaginal como o mais importante da sua queixa. Diante desse sintoma, o ultrassom é imperativo para avaliar e medir a espessura o endométrio. E quando este endométrio está espessado, é muito importante que se faça a histeroscopia (outro método diagnóstico) para conseguir visualizar a cavidade endometrial e, eventualmente, realizar a biópsia (retirada do fragmento para uma análise posterior pela anatomia patológica).