Reposição Hormonal: Terapia por via oral tem maior risco de trombose

Viva Mais Viva Melhor - Trecho da entrevista com: Dr. Alan Coutinho

Publicado: 23 de fevereiro de 2017 - Atualizado: 4 de junho de 2019

Os comprimidos são feitos com hormônios não bioidênticos, tendo uma dose maior de hormônios. Eles precisam passar pelo ácido do estômago, precisam atravessar o fígado antes de chegar na corrente sanguínea. Estes fatores levam ao aumento do sistema de coagulação do sangue, podendo, desta forma, aumentar o risco de trombose. Já a maioria dos adesivos, gel ou implantes utilizam hormônios bioidênticos, com menores doses e que não alteram o sistema de coagulação por não realizarem a primeira passagem pelo fígado, já que eles vão direto da pele para a corrente sanguínea onde é distribuído para todas as células do corpo.