Espondilite Anquilosante: Fatores de Risco

Viva Mais Viva Melhor - Trecho da entrevista com: Dra. Gisele Martins

Publicado: 12 de janeiro de 2017 - Atualizado: 4 de junho de 2019

– Ser do sexo masculino, uma vez que a doença afeta 3 vezes mais homens do que mulheres;
– Ser adolescente ou adulto jovem, que é a faixa etária de acometimento da doença;
– Ter herdado o marcador genético HLA-B27, mas o marcador genético não quer dizer que obrigatoriamente a pessoa vai desenvolver a doença, a importância de saber se o paciente tem esse marcador genético é mais para o prognóstico da doença, porque a presença dele gera uma doença mais agressiva.