Espondilite Anquilosante: A importância do diagnóstico precoce

Viva Mais Viva Melhor - Trecho da entrevista com: Dra. Gisele Martins

Publicado: 27 de março de 2017 - Atualizado: 4 de junho de 2019

Isso é muito importante, mas, infelizmente, não é o que se vê na prática. Os pacientes chegam muito tarde no especialista, muito tempo após o início dos sintomas. Na maioria das vezes, eles são tratados por uma dor lombar do tipo mecânica e, só mais tarde, por não melhorar, são encaminhados ao reumatologista ou os próprios pacientes procuram um reumatologista.