É preciso alguma preparação antes da colocação do balão intragástrico?

Viva Mais Viva Melhor - Trecho da entrevista com: Dr. Marcelo Falcão

Publicado: 23 de dezembro de 2016 - Atualizado: 4 de junho de 2019

Sim. O paciente que vai colocar o balão está, na pior das hipóteses, em sobrepeso. Na maioria das vezes, tem a doença da obesidade e a obesidade tem doenças associadas. É costume de quem trabalha com balão intragástrico fazer uma avaliação multidisciplinar, uma avaliação cardiológica e nutricional. Isso é fundamental para verificar o status deste paciente, como este paciente está antes do tratamento, e fundamentar, principalmente, a parte nutricional, para seguir com ele perdendo peso sem, contudo, estar desnutrido.
Na parte cardiológica o risco cirúrgico, apesar de pequeno, deve ser avaliado, mesmo porque alguns pacientes têm hipertensão, dislipidemia (aumento do colesterol), arritmia, etc.
É preciso ter um cuidado, devido a anestesia, mesmo que seja uma anestesia para uma endoscopia um pouco mais demorada, é um paciente que vai ser submetido a uma anestesia geral venosa.
Antes da colocação, tem que ser feito o jejum de 12 horas, para o estômago estar limpo e não ter nenhum problema de resíduo alimentar e, quando for anestesiado, aspirar isso para o pulmão e ter uma pneumonia.