É possível detectar a causa e tratar a paciente com abortos de repetição.

Viva Mais Viva Melhor - Trecho da entrevista com: Dr. Manoel Sarno

Publicado: 9 de março de 2017 - Atualizado: 4 de junho de 2019

Inclusive, quando se faz o tratamento prévio à gravidez, é melhor. O ideal é que, se um casal apresentou duas perdas gestacionais, procurem logo o ginecologista e obstetra antes de engravidar para que seja feita uma investigação completa. Serão investigados fatores de trombofilia, síndrome antifosfolipídica, avaliação genética do casal, de função da tireoide, diabetes, os fatores imunológicos, autoimunes e aloimunes.
Existe uma série de investigações que pode-se fazer e, quando se faz o tratamento antes da liberação para engravidar, geralmente os resultados são melhores e mais positivos do que esperar o casal engravidar para depois começar o tratamento no curso da gravidez.