Como é caracterizado o transporte médico aéreo?

Viva Mais Viva Melhor - Trecho da entrevista com: Dr. Danilo Noya

Publicado: 9 de dezembro de 2015 - Atualizado: 4 de junho de 2019

Pode-se dividir o Transporte Médico Aéreo em duas modalidades: 

– A primeira se caracteriza como resgate aeromédico, necessariamente com o uso de helicópteros, com o objetivo de retirar um paciente em estado crítico, instável ou não, para um local onde exista a possibilidade deste paciente receber recursos primários ou secundários de atendimento para manutenção da vida. Este tipo de serviço geralmente é realizado por órgãos governamentais, como o SAMU aqui no Brasil.  

– A outra modalidade é o transporte aeromédico, neste caso trata-se da remoção de um paciente que encontra-se internado e atendido em um local que não dispõe de logística médica para o tratamento adequado, surgindo então, a necessidade de ser aerotransportado para outro local onde exista recursos de alta complexidade para o tratamento. Neste caso, o paciente, apesar de encontrar-se grave e com várias complicações inerentes ao quadro clínico, ele deverá apresentar alguma estabilidade hemodinâmica para ser eleito um paciente aerotransportável.