Câncer de Mama: Mamografia ou Ultrassom?

Viva Mais Viva Melhor - Trecho da entrevista com: Dra. Elisiane Gadelha

Publicado: 6 de outubro de 2017 - Atualizado: 4 de junho de 2019

O exame que mostra maior impacto na detecção precoce e queda de mortalidade para o câncer de mama é a mamografia, que consegue detectar nódulos mamários muito antes deles serem palpados no exame físico médico ou em autoexame, além de alguns sinais precoces do câncer de mama, como o agrupamento de microcalcificações ou distorções de parênquima, que são apenas visualizados pela mamografia.
O ultrassom é um exame complementar à mamografia. A depender da densidade mamária ou da forma de apresentação atípica da doença, ele pode contribuir para um diagnóstico mais preciso. Por exemplo, nas mais jovens – mulheres abaixo dos 40 anos – que apresentam uma quantidade maior de tecido glandular, a mamografia pode apresentar limitações e o ultrassom passa a ter sua importância no diagnóstico precoce.