Bipolaridade: Tem cura?

Viva Mais Viva Melhor - Trecho da entrevista com: Dr. André Gordilho

Publicado: 31 de janeiro de 2017 - Atualizado: 4 de junho de 2019

Não, não tem cura, tem uma estabilização. O paciente vai precisar de um acompanhamento para a vida toda, mas não é diferente de um acompanhamento de um paciente diabético, com hipotireoidismo ou de um hipertenso. Ou seja, tratar isso não é nada ‘de outro mundo’, é apenas o reconhecimento de entender o problema e se tratar para poder levar uma vida perfeitamente normal.